segunda-feira, 9 de março de 2009

A volta dos que não foram

Na semana passada foi noticiado o ressurgimento de três figuras que ninguém esperava mais nada deles.


Um fato que me surpreendeu, foi à volta de Michael Jackson aos palcos. Depois de anos foradels, ele volta em grande estilo.

Ele começou sua carreira aos cinco anos de idade, quando era líder vocal do grupo Jackson 5. Lançou-se em carreira solo no início da década de 1970, ainda adolescente.

Mas o sucesso veio na década de 80, tornando-se uma referência para toda uma geração, graças ao lançamento do álbum mais vendido e o que eu mais gosto, “Thriller”.

Nos anos 90 se envolveu em escândalos de abuso sexual de menores. Por isso, interrompeu a carreira.

Michael Jackson, está afastado dos palcos há mais de dez anos e, fará dez shows em Londres, no mês de julho. Calcula-se que o astro deva faturar milhões de dólares com o retorno em grande estilo, que certamente serão úteis para pagar suas gigantescas dívidas. Os credores agradecem a volta à labuta.
________________________


Outro que tomou banho de pipoca e voltou foi o Ronaldo. Depois de uma estréia discreta contra o Itumbiara pela Copa do Brasil. Ronaldo marcou o gol, que livrou a cara do Corinthians, frente à porcada, aos 48 minutos do 2° tempo, empatando o jogo depois do goleiro do corinthians ter saído para caçar borboleta.

Apesar do oba-oba que foi feito com a volta dele aos gramados, hoje o Ronaldo é tido quase como um Lázaro que mesmo depois de três cirurgias, uns 5 Kg acima do peso e com uma certa idade, ainda dá trabalho para qualquer defesa adversária.
________________________


E a mais importante volta para o cenário Brasileiro, foi à volta de Fernado Collor de Melo ao poder. Depois de dois anos de atuação discreta no Senado, Fernando Collor volta ao centro da política, ao ser eleito presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, derrotando a candidata petista, a ex-líder da bancada, senadora Ideli Salvatti.

Collor conseguiu derrotar o PT ao ter sua candidatura patrocinada pelo PMDB e pelo DEM. Na campanha de Sarney para a presidência do Senado, o líder do PMDB, Renan Calheiros, ofereceu uma Comissão para Collor, em troca do apoio a Sarney, bem ao estilo, “uma mão lava outra”, ação característica do corporativismo de nossos parlamentares.

Collor já tem um passado de corrupção, que ocasionou o Impeachment, quando era presidente em 1992. Agora com essa comissão de infraestrutura, que vai administrar o dinheiro que será investido nas obras do PAC, incluindo projetos para exploração de petróleo na área do pré-sal, o que não vai faltar é oportunidade para desviar uma verbinha aqui, um licitação duvidosa ali, uma obra super faturada acolá. Ou seja, oportunidade para surrupiar a contribuição do erário, não vai faltar.


Fonte: G1

12 Comments:

natan said...

com certeza a volta que mais me impressiona eh a do michael. pq? bem, eh como se ele estivesse fazendo isso, por obrigação e pena das pessoas as quais ele deve! e nçao deve pouco, com o leilão e shows ele deve arrecadas 250milhoes que eh quase metade do que ele deve!
eh michel... seus exentricidades são caras! me lembra o joey tribbiani, do seriado friends na segunda temporada!

douglasfert said...

Destes aí, o mais impressionante foi o Michael. O menos esperado: Collor. E o mais irrisório: Ronaldo.

***
Acabei de indicar um selo para ti. Da uma passada no post de hoje e resgate-o.


abrss

Elo said...

Até agora não entra na minha cabeça que o Michel vai voltar...E se voltar não vai ser a mesma coisa de antes.

Adoreei seu comentário no meu blog!
Amei seus posts, vc escreve maravilhosamente bem! Parabéns!

Beijo

Elo

http://myonreality.blogspot.com

Junior Silva said...

Olá Kadan

Não sei porque tanto desdém à volta do Michael. Acho-o um artista talentosíssimo, que teve seus problemas, mas que luta para voltar a brilhar, não por pena ao público como foi citado, mas para provar a si mesmo que pode.
Quanto ao Ronaldo, é um exemplo de superação. Quando todos duvidam, surge sua redenção.
Já o Collor, não merece adjetivos...

Abraços.

Alexandre Silva said...

Como diz aquele velho deitado: "quem é vivo..."
A volta de Ronaldo já era esperada, até esse escarcéu todo a respeito do 1º gol. Até ao vivo no JN teve, rsrsrs. Cosia de brasileiro msm.
Michael já tá na hora de parar né. Bem melhor ver os arquivos trash de triller que acompanhar ele ao vivo de novo :P

Abraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com

Juliano Jacob said...

Um quer pagar suas dívidas, outro quer sair bonito no DVD "A trajetória de Ronaldo Fenômeno" encerrando carreira no seu país e o outro eu abro mão do meu direito de comentar...

C... said...

Quem é vivo sempre aparece,né...

www.los-cookies.blogspot.com

30 e poucos anos. said...

O retorno do Collor é o q mais impressiona....como nós temos memória curta não é?

Flávia Souza said...

A do Ronaldo nem me surpreende.. essa do Michael tbm não..mas essa do Collor.. estranho né?

Thiago Assis said...

cara, os Backstreet Boys tão no Brasil! uhahuauhahuuhahuahuauh faltou citá-los nesse post sobre ressurgimentos inesperados =p
vao ser q nem as Spice Girls, mas nao deixa de ser um ressurgimento momentaneo.

ah, não duvido o Collor ser candidato em ano que vem ou em 2014 e ainda ir para o segundo turno não, hein Oo


www.thiagogaru.blogspot.com

Saulo said...

É bom ver o Michael de volta depois de tudo que ele passou!

Vê esse post

http://saulolopes.blogspot.com/2009/02/michael-jackson-aparece-com-as-maos.html

Abraço.




Visite-me

http://saulolopes.blogspot.com

said...

Porque os bons não voltam????
Ahhhh
esqueci...
Os bons nunca saem de cena...

Vai...
Michael Jackson e Ronaldo protagonizaram coisas bizarras, mas tem seu talento...
O Collor é o Fim do mundo

BlogBlogs.Com.Br