sábado, 14 de fevereiro de 2009

Eu também quero dominar o mundo


Hugo Chávez aproveitou as comemorações do aniversário de 50 anos da revolução cubana, que ocorreu no começo do ano e, tratou logo de criar um plebiscito, para que pudesse continuar no poder por "apenas" mais 20 anos (qualquer menção à Pinochet, é apenas coincidência). Mas os Venezuelanos, não gostaram da idéia de se tornar uma extensão de Cuba e, votaram contra.

Depois de ter mudado alguns parágrafos do plebiscito, enfim teve seu desejo atendido. Ele agora poderá disputar quantas eleições quiser, caso o povo continue votando nele (quanto a isso, não duvido).

Chávez, o ex-militar que liderou um golpe de Estado frustrado em 1992, foi eleito pela primeira vez em dezembro de 1998, ratificado em 2000, triunfou em um inédito referendo revogatório em 2004 e foi reeleito com mais de 63% dos votos em 2006.

Ele conseguiu graças a um discurso clichê, que iria implantar a o socialismo do século XXI. Chávez definiu o "socialismo do século XXI" como uma mistura de cristianismo e socialismo, que incorpora ainda o pensamento do independentista Simón Bolívar, e traços do sentido tribal dos povos aborígines.

Essa seria a única opção para os venezuelanos, conquistarem a paz, justiça e igualdade. Chávez prometeu seguir com a transferência de "mais poder ao povo" mediante estruturas comunais, tudo a fim de democratizar o acesso aos bens e serviços, e acabar com a exploração dos ricos. Bonito, né?

Chávez diz que ganhou de forma democrática, mas não é isso que a oposição diz. A oposição alega que foi proibida de fazer comício e a propaganda na TV, foi limitada. Ou seja o povo venezuelano só pode ouvir uma versão da história. A de Chávez o “Salvador da Pátria”.

já Uribe é mais tímido, mas também deseja o terceiro mandato como presidente da Colômbia, ainda mais agora, que sua popularidade está em alta, depois de suas ações contra os guerrilheiros comunistas das FARC.

Hugo Chávez tem o desejo eloquente de dominar o mundo, assim como Gengis-Khan, Napoleão, Hitler entre outros. Porém Chávez deu azar de ter nascido na Venezuela, um país que politicamente, não apita em nada. E agora que o petróleo está em baixa, menos ainda.

Mas se juntar Venezuela, bolívia e Equador, pode-se dizer que alguém possa ouvi-los. E é isso que Chávez quer, formar uma “aliança socialista”, para livrar a América latina, da influência econômica dos EUA. Ainda bem que o Lula, deixou de ser sindicalista e, não entrou no bloco.

Esperemos que a revolução Bolivariana de Chávez, com justiça, paz e poder para os pobres, limite-se á Venezuela.


Fonte: UOL

19 Comments:

mateusbonez said...

Somos dois então, ainda quero ter o mundo nas mãos. rs.

http://tiomah.blogspot.com/

Deni said...

pois é...
compartilho da mesma opinião..
mas menos azzar q ele naum é presidente do iraque
apkspoakspokasa ...

azar da bolivia...
e eu achando q só aki tinhamos eleitores desfavorecidos de algum setor cerebral politico.






www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

said...

Esse homem é de uma cara de pau que dá gosto. Mas como já dizem aqui no Brasil, cada povo tem o governante que merece.
cabe ao povo votar na proxima eleição. Se é que alguma coisa é respeitada pelas bandas de lá.

Prefiro o Cérebro (aquele do Pink) para dominar o mundo!!!!

rsrsrsrs

Alexandre Silva said...

Chavez quer entrar par história de algum jeito. Quer seu nome nos livros de história de alguma forma, nem que seja por fazer um monte de porcaria como fizeram alguns outros, só que como foi muito bem dito no texto, o cara deu um azar danado de nascer no lugar errado, rsrsrs...
Mas parece q este é outro sonho dele: Fazer a Venezuela aparecer de alguma forma pro mundo! Nem que seja como "os anões q declararam guerra aos EUA", sei lá...

Aí aparecem tb Bolívia e Equador? Aff... vi um filme uma vez (ñ me lembro qual) em que um cara queria comprar uns pedaços de terra por aí, e alguém indicou pra ele um paisinho na América q se chamava Equador, rsrsrsrs...
A América Latina anda bem atrasadinha com esse tipo de pensamento socialista

Por enquanto, na história da América Latina o seu xará mexicano tem sido mais bem sucedido, rsrsrs... (zuera)

Abraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com

amandaedalete said...

"Esperemos que a revolução Bolivariana de Chávez, com justiça, paz e poder para os pobres, limite-se á Venezuela."
Assim também espero!

Renan Barreto said...

O Chavez é um fanfarrão. Ele tem é que pedir pra sair. O cara é totalmente sem noção e o BRasil só não deu uns supapos nele porque temos uma política de boa vizihança. Se bem que todos os outros países da América latina querem ultrapassar o BRasil, mas com essas políticas ultrapassadas, acho dificil.

Valeu!

KGeo said...

n antes de min

Filipe Ferminiano said...

Também quero dominar um país assim
abraços
www.filipeferminiano.com

Nataly Callai. said...

cristianismo e socialismo? hunnm, eu não quero morar na venezuela.

Gostei muito do texto, mas vou comentar o outro ali embaixo, em que você fala sobre comentários escrotos que as pessoas deixam em blogs alheios. Jesus! Como têm coragem? Meu blog é relativamamente novo, então ainda tô nessa fase de divulgar, e divulgar e divulgar. E encontro cada coisa por aí! As pessoas tem uma cara de pau imensa em pedir comentário depois do que comentam nos meus textos. No meu penúltimo post comentou um sujeito que, tenho certeza, só leu a primeira e a última linha. Eu posso com isso?

enfim, chega de chorar minhas pitangas por aqui. Gostei muito do teu blog, parabéns!

Junior Silva said...

Olá Kadan

Por incrível que pareça (lá virão as pedras... rsrs) os dois únicos erros de Chávez são a falta de democracia e tentar se perpetuar no poder. Ele sabe, e o Brasil finge que não, que a maior glória para os EUA é ver a desunião dos povos latinos, tanto que os EUA tentaram minimizar a inclusão da Venezuela ao Mercosul. Querem mais um exemplo? O governo norte-americano "namora" o Chile a muito tempo para não colaborar num plano de construção de rodovias para que o Brasil e a Argentina não escoem suas produções para o Pacífico.

O termo "namora" usei de propósito. Vocês sabem o que rolam num namoro...

Abraços.

Abraços.

Danilo Moreira said...

Chavez é um egocentrico. Quer se marcar na história a base de teorias ultrapassadas.

Ainda bem que o Lula nao vai na sua onda, ainda que me preocupe o fato de muitas vezes o Brasil querer ser mediador de tudo e meter o nariz onde a abelha pode acabar lhe picando feio.

Em breve, teremos "estatuas de Chavez em todos os cantos da Venezuela, e quem passar por ela e se recusar a fazer reverencia, será punido e considerado aliado dos Estados Unidos. E isso vale desde os mais ricos aos mendigos, afinal, é uma democracia onde todos são iguais".

Excelente blog. Voltarei aqui mais vezes, até pq, vc tb le muitos blogs de q gosto, como o Café, e pelo q vi, tem a mesma qualidade.

Abçs!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

André. said...

e ai homenzinho de barba mal feita - peguei voce - ainda acho que voce esta muito aquem das suas possibilidades. seu trabalho tem qualidade. acho que voce deveria se unir ao outros com sua capacidade e criar um site para obter lucro e parar de vender revistas para a abril. o huguinho é um debil mental venezeluano - a unica coisa que presta em caracas é as mulheres e a cocaina. fica a dica. te une a pessoas do teu padrao intelectual.fui.

Liipee said...

loucura.
simples, e acabará em morte..
como sempre acontece.
quer ver, espera.
:)


PS: valeu pela visita.

Camila said...

Apesar de eu ser contra consumismo, não sou socialista (ufa!)e muito menos sei como a população Venezuelana se sente nessa situação... Espero que aconteça o melhor para eles.

E realmente você tem razão, o Lula ter deixado de ser sindicalista foi o melhor pra nós! (ufa!) rsrsrs

té mais

Você escreve muito bem! Voltarei!

Marcel said...

As Farc comunistas? Vc quer dizer pseudo-comunistas, não é mesmo?

Tenho uma certa simpatia pelo Chaves, embora a liberdade de expressão na Venezuela seja reconhecidamente uma lenda. Porém, sou obrigado a reconhecer que, em muitos outros pontos, o governo de Chavez foi bom SIM ao povo venezuelano.

Um "Chaves imperialista", se assim que o chamam", não é nem de perto o maior problema da América Latina.

J. C .David said...

olha você tem que se informar um pouco melhor sobre alguns aspectos e não apenas atravé do JN ou do...do...como é o nome: Jabor, é uma longa históra essa na Venezuela, mas só uma coisa acaba com sey argumento de que Chavez pretende "dominar o mundo" ele nunca invadiu o país de ninguém, apenas sim, respondeu uma invasão Colombiana (diga-se de passagem violenta) sem Violência, e ele normalmente se opõe ao país mais imperialista do mundo...não preciso dizer qual..

Charles Cole said...

nossa, chávez eh provavelmente a pessoa mais idiota da atualidade... sinceramente não dá para entendeu uma pessoa como ele... simplesmente ignorante demais! parabpens pelo blog!

abraços
http://filme-pipoca.blogspot.com/

Felix said...

Adorei a comparação com Gengis Khan!!!

Vale lembrar que nos tempos de Gengis Khan, a Mongólia era só um local onde moravam centenas de tribos nômades no deserto de Goblin cuidando do gado (quase que a Venezuela hoje em dia) e chegou a dominar a invencível e milenar Pérsia (os EUA da época).

Cleidemar said...

Complicado! A direita sempre dominou os países latinos,,, e houve ditaduras militares de direita em todos, com milhares de vitimas e com o poder ocncetrado numa minoria rica e dominante. O chaves veio do povo...e talvez a unica forma de o povo poder ter um governante para si, por muito tempo, seja este...

BlogBlogs.Com.Br