domingo, 23 de novembro de 2008

Vale-Cultura


O governo está preparando o lançamento de um bônus para incentivar o trabalhador assalariado a consumir mais cultura. As negociações ainda estão em andamento, mas já se sabe que a idéia é que o Vale-Cultura funcione de forma semelhante ao vale-refeição. Com ele, o trabalhador poderia pagar entradas em eventos culturais e adquirir livros.

"Queremos lançar o vale-cultura ainda esse ano, para dar esse presente de Natal para os brasileiros", disse o ministro Juca Ferreira (Cultura), durante entrevista aos jornalistas em Brasília. Para ele, o vale seria mais uma forma de ampliar o acesso de pessoas de baixa renda à cultura.

O valor do bônus ainda não foi definido, mas deve ficar entre 50 e 70 reais, de acordo com o ministro. "Queríamos que o valor variasse de acordo com a faixa salarial, chegando a até R$ 150 por mês, mas a Receita Federal quer estabelecer um valor fixo. Deve ficar em R$ 50, R$ 60 ou R$ 70 por mês, mas acho que a tendência é aumentar esse valor a partir do segundo ano (de vigência do programa)", explicou.

Os recursos para viabilizar a concessão do benefício seriam repartidos entre empregador, governo e funcionário, na proporção de 50%, 30% e 20%. A adesão das empresas ao programa, no entanto, será voluntária.

Acredito que as empresas irão aderir ao pacote adicionando o Vale-Cultura entre os
Benefícios para os seus funcionários. Para assim proporcionar um melhor ambiente de trabalho.

Não duvido que o Vale-Cultura, não se torne moeda de troca de algum produto. Onde eu trabalhava todo dia 5 alguns funcionários chegavam mais cedo a empresa, para vender o seu Vale Refeição. Para poder pagar uma prestação atrasada de um celular comprado nas Casa Bahia,por exemplo.

Mas de qualquer forma, é uma boa iniciativa por parte do governo, no que diz respeito ao incentivo à cultura, basta o povo fazer bom uso.

18 Comments:

iti said...

tomara, seria um dos grandes feitos de administração publica...
seria otimo msm


http://500x100.blogspot.com/

Suvarine said...

O grande problema é o sujeito trocar o Vale-cultura por um vale-pinga!!
rssss!
Um abraço!!
www.estranhamusica.blogspot.com

Marcel said...

Eu quero!!!

David Sampaio said...

Legal o texto...

Um incentivo bem interessante pra cultura de um país é o governo investir em livros.

Bibliotecas nas cidades, principalmente no interior.

Abraços!


http://davidsampaio.blogspot.com/

amandaedalete said...

Massa!
Eu gostei, masi tem os seus porém... :/

Leo Pinheiro said...

Mais paternalismo?

A gente não quer só comida...

A gente não quer vale-cultura, vale-legal, cota em universiodades.

A gente quer bebida (potável), diversão balé

calango azedo said...

esse blog naum era de humor???????

Jaquielio said...

Gostei dessa iniciatica.Penso que ter pelo menos um pouco de cultura é fundamental para termos um país um pouco melhor.

Michel Domenech said...

Baita iniciativa!!!

Tomara que saia do papel!!

Jeffisu said...

POw, seria muito legal se isso saisse mesmo hein...

o unico problemas eh que as pessoas menos interessadas iriam "trocar" o vale cultura por qqr outra coisa =/
mas seria legal.. EU QUERO! \o/

http://www.cupuladosleprosos.blogspot.com/

Marcelo said...

Acho a idéia boa, mas também acho que não é por aí. Vejo que o caminho seria em uma redução da carga tributária sobre bens culturais dentro de um programa que forçasse quem aderisse a uma redução e fiscalização do cumprimento das normas. Por exemplo, a carga tributária que incide sobre um livro é algo desestimulador.
Há outro problema nisso tudo: a cultura é mal distribuída no Brasil. Há grandes centros com vida cultural intensa como São Paulo, Rio , BH, Curitiba etc, mas o interior ainda é extremamente carente. E o que seria feito para esse público?
Há ainda a questão do hábito de consumir cultura... mesmo que o ingresso de uma peça de teatro não saia a 30 reais, mas a 5, para o cara que não está habituado, é muito caro. Ele prefere gastar isso em cerveja e torresmo que é um prazer que ele já conhece do que com uma hora e meia de teatro, que ele não conhece.
Sei não... parece mais um vale X que querem colocar goela abaixo sem atacar o problema central.

ohshittt said...

num sei não viu...vai ter mto empregad num qrendo isso ai pq seria uma 'despesa' a mais com uma coisa q não usaria....
é ideia eh bo amais não é eh bem assim q o povo vai ver a cultura tem q ser incentivada de uma outra forma...assim soh parece ser mais um programa do governo q eh soh pra fala q num tem como reclamar! obrigação sabe...

Trujillo said...

Bem, tudo tem seu inicio. Quem sabe e o inicio de um grande projeto. Vamos esperar e ver.
Abrcs

http://acordesdeumavida.blogspot.com/

Mr. X said...

Ótima iniciativa!
Eu quero!

Rosangela A. Santos said...

tomare que isso vá pra frente eu vou ser uma vou amar isso ....

e que muitos tome consciência de cultura ..rs

Abç.

Janine said...

Concordo com o marcelo, não é a criação de um vale que vai arrastar uma galera pro teatro. vai virar moeda de troca mesmo... Falo por mim, é uma boa, gosto de ir ao teatro cinema, boas apresentações musicais, mas pra quem não gosta num vai mudar nada! Meu namorado mesmo não gosta muito de ir ao teatro, sem dúvida ele vai gastar tudo em comida, já que não bebe, as pessoas vão trocar por outros prazeres mais familiares a si. Trocam vale alimentação pra pagar dívida de geladeira, que dirá o que vão fazer com o vale cultura....

Douglas Passos said...

Eu rezo para que o projeto der certo
Hoje a cultura sai cara
o0
o povo gosta de teatro, porem nao pode ir
pois é caro =/

Espero que depois do vale cultura saia o vale bar rsrsrs

http://www.lifenerd.com

Antológico said...

Essa eu quero ver...
Minha opinião sobre o brasileiro e a cultura é a mesma da do Rogério de Campos, diretor executivo da editora Conrad: "o brasileiro não tem 20 reais pra comprar um livro, mas tem 500 pra comprar um celular da moda".
A questão do apreço pela cultura é comportamental. Vamos ver se enfiando goela abaixo um dinheirinho eles se interessam mais...duvido!

BlogBlogs.Com.Br