sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Calote: Dar ou não dar, eis a questão!



Assisti a uma peça de teatro que se chamava “Quem tem Ética” e teve uma cena que era a seguinte: Um homem fez uma compra com seu cartão de crédito, quando fez uma viagem para visitar parentes no interior. Quando chegou a fatura de seu cartão, tinha esquecido da compra que tinha feito e, reclamou em seu banco do valor até então indevido, alegando que não se lembrava da compra. Com isso o banco para não ter maiores problemas, reembolsou o valor da compra. E mesmo se lembrando posteriormente de sua compra, não devolveu o dinheiro. E ainda disse que não podia ser chamado de desonesto, pois ele estava roubando de pessoa jurídica. E ladrão era quem roubava de pessoa física., que não era o caso dele.

Essa cena se repete com nossos vizinhos, Paraguai e equador, que pensam em dar o calote pelo fato do Brasil ser o primo rico da história.

No encontro dos presidentes da américa-latina e caribe na Bahia, além de falar mal da política americana e dos americanos também, em especial do Bushinho, os presidentes “sindicalistas” - Rafael Corrêa, do Equador, Fernando Lugo, do Paraguai, Evo Morales, da Bolívia, e Hugo Chávez, da Venezuela - defenderam com paixão a revisão da dívida externa dos países sul-americanos, consideradas tais dívidas "ilegais e ilegítimas", nas palavras de Lugo e Corrêa. Que por coincidência ambos devem para o Brasil e ambos pensam em dar o calote, ou pensavam.

Entre as "ilegais e ilegítimas" estão a dívida de US$ 243,9 milhões do Equador com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a construção da hidrelétrica San Francisco pela empresa brasileira Odebrecht e a dívida de US$ 19,6 bilhões do Paraguai com o Brasil pela construção da usina de Itaipu.

O presidente Fernando Lugo pôs em dúvida a legitimidade da dívida externa do Paraguai, principalmente a contraída com o Brasil na construção da hidrelétrica de Itaipu, e anunciou sua intenção de estudá-la "exaustivamente”.

O Paraguai propôs a divisão da divída, mas a divisão não seria tão justa, pois o Paraguai assumiria US$600 milhões, enquanto o Brasil arcaria com US$19 bilhões. 

Mesmo com essa proposta irrisória feita pelo Paraguai, que será novamente discutida em janeiro, fica clara a intenção de não dar o calote integral, se assim pode-se dizer.

Seguindo a mesma linha, o presidente galã de novela mexicana, afirmou através de seu assessor, que irá pagar a divida, que o Equador tem com o BNDS.

Espero que ambos não tenham seguido o conselho do Hugo Chávez, em não pagar suas dívidas externas com os países ricos e, estejam fazendo essas promessas apenas para ganhar tempo, para ver se o Brasil esquece a dívida. Igual acontece quando emprestamos dinheiro para algum amigo ou parente caloteiro.

...........



Mudando um pouco de assunto, venho através desse humilde blog, agradecer mais um selo, que recebi dos blogs: http://www.picoledechuchu.blogspot.com, http://o-casablanca.blogspot.com/ e http://ocri-critico.blogspot.com/

E aproveito para indicar alguns blogs que leio e com toda certeza recomendo.

Alguns 30 e poucos anos - Mistura de entreterimento e assuntos de interesse público.

Facetas de mim - Realiza ótima análise textutual sobre diversos temas, sobre nosso cotidiano.

Café com Noticía - ótimas reportagens que publica em seu blog, sempre com o olhar jornalistico, nos variados temas que aborda.

Saco de Filó - Textos simples que te prende da primeira a ultima linha.

Falando para as paredes - Aborda uma variedade de temas, com textos bem elaborados.

23 Comments:

Felipe Felix said...

Calotes pequenos esses ;) - o que são bilhões? O Silvio Santos tem mais dinheiro que o Paraguai todo...

MAs calote não deixa de ser feio!!!

Parabens e passa mais veze na Bolsa Mágica!!!

Ellen Regina - facetasdemim said...

Kadan,
Parabéns pelos selos!
E muito obrigada pela indicação!
Fiquei super contente com suas palavras!
Obrigada!

Tiago said...

Independente do valor, calote é calote!As pessoas só pensam no seu próprio proveito, não enxergam o outro lado da coisa.

Parabéns pelo selo

abraço

PCN said...

Caloteiros de merda! Aahaha
Fpo bom ler, agora entendo melhor o que ocorreu naquele encontro...

Bom blog, curti! Bem esclarecedor!

http://papeisriscados.blogspot.com/

Viviane Righi said...

Olá!
Particularmente, sou contra qualquer tipo de calote, seja ele integral ou parcial, rs...

Se a dívida existe, se procede realmente, TEM que ser paga. Deveria existir alguma estratégia que garantisse isso. Vamos aguardar Janeiro para descobrir os rumos dessa história...

Abraços!

Danilo Cruz said...

Bom blog, você mereceu o selo! Espero que ganhe outros

Adriano Villa Conta said...

Boa noite, tudo bom? È complicado falar de algo que também faço, infelizmente, também tenho pendências a restituir aos credores,no entanto, infelizmente, nem sempre todos os planos sai exatamente como queremos. Claro, existem os caloteiros trabalhadores que as vezes mal tem o que comer, e aqueles que tem dinheiro pacas mas, mesmo assim preferem na pagar para ter muito mais. felicidades

Luciano said...

Taí um tema que deve afligir muita gente.

Especialmente quando não dá para mudar de canal ou de assunto.

E cá entre nós, eu adoro torturar caloteiros patológicos.

Balinha* said...

Oba, o prêmio chegou até aqui!
Realmente, parabéns pelo blog!

Juliana said...

Estou ficando especialista em post sem sentido
Obrigada pelo comentário

Guilherme Bandeira said...

Calotes são calotes em qualquer valor...um exemplo de calote são os caras que n comentam nos blogs...rs...enfim, temos que dar exemplos maneiros para receber de volta.

www.olhaquemaneiro.com.br

Veiga said...

sao uns mal agradecidos, os q dao calote no brasil.

mas as pessoas caloteiras... ninguem merece...

HUAHsuhHAsuAS

eu nem durmo, se devo a alguem...

Marcelo said...

Kadan,

Outro dia, em um blogue por aqui, um cara deu um chilique quando eu disse que quem não pode com mandinga não carrega patuá. Ou seja, se você não tem como pagar, não pegue dinheiro. Eu arrematei que esses países não têm credibilidade nenhuma e o calote já era certo. Aí cara veio com um discursinho babaca de esquerda que faria muito sucesso há 30 anos atrás, mas hoje é sinal de desinformação e pensamento retrógrado.
A coisa do meio calote é uma piada... é igual ao papo daquele cara com a mulher do “vou botar só a cabecinha”..rs.rs
Abs

Marcelo

Valeu pela indicação e saiba que a maior honraria que você me dá é tê-lo como leitor. Um grande abraço e (antes que eu me esqueça) Feliz natal..

Wander Veroni said...

Oi, Kadan!

Esse negócio do calote é algo que me preocupa: como um líder de uma nação vem à mídia e diz que não vai pagar uma dívida? Sem querer, ele tá dando o exemplo para a sua nação fazer o mesmo. Pq pagar os impostos? O governo é rico e se vira. Daí vira uma corrente que pode ter uma proporção gigantesca. Adorei a sua análise que começou de um tema micro (a peça de teatro) para ir para uma coisa macro (o calote dos países da América do Sul).

Ah, muito obrigado pelo selo. Adorei mesmo...é sinal de que o trabalho do Café está agradando.

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Dário Souza said...

Quando vi o titulo pensei que ia ser sobre os calotes dados em blogs e tal,mas isso é um absurdo, a falta de ética nas pessoas está mais aflorada a cada dia,se o presidente de um país pensa assim reflete no pensamento da população.Parabens pelo selo,vc merece

Paula ^^ said...

blog legal , mereceu o selo Parabens

http://fotosdodia.brogui.com/

Blog lolcos said...

Otimo Post :D

moralina said...

idéia bem elaborada, mas na minha opinião um pouco tendenciosa. Brasil e sua triplice aliança destruiram o paraguai, como exemplo de fato histórico que denota a visão dos hermanos. Todavia, há um pingo ideológico em não pagar dividas externas, e como sabemos ideologia não enche barriga.

abraços.

josue mendonca said...

olá
obrigado por sua visita ao meu blog..
que bom encontrar aqui crítica social....acho que nunca mais pratiquei isso....to devendo!
é uma honra sua visita, apareça sempre
ah, quanto ao selo que vc me dedicou, obrigado mesmo...nao postei, porque já tinha recebido de outro blog um pouco antes..
grande abraço

Francisco Amado said...

Pimenta no dos outro é refresco.

Assim como o brasil acha ruim pagar sua divida, é lógico que os países devedores vão usar a mesma estratégia e ai, como argumentar?

Se é valido para o Brasil é valido para os outros.

Daniel Moraes said...

É aquela velha história que todo mundo sempre acredita " Roubei só um chocolate, não sou ladrão " é tudo ladrão! D:

enfim, nem sabia o tamanho da dívidaque esses países vizinhos tinham com o Brasil.
mas o que tbm é grande é a vontade de dar calote D:

Bobagem com Mouse said...

Putz milhoes heim...
mas não tem problema ,bem que o Brasil poderia aceitar muambas como forma de pagamento do Paraguai...
Cada uma heim!!!

Bruninho said...

CALOTE NUNCA!

AOSkosksaoakoask

Visite0. www.xisde-xd.com

BlogBlogs.Com.Br